Fabiano Ramalho

Foi Por Medo de Amar

Foi assim, tão derrepente
Eu não pude evitar
Fora os olhos teus que me flertaram
Me acertaram, me deixaram assim.
Com medo de chegar.

Foi apenas brincadeira
Dois amigos a falar
Coisas bobas, algumas aperto de mão
E na despedida estranha reação
Ai veio então, meu pavor,
Meu amor minha paixão.

Foi por medo de amar
Que perdi a razão
Foi tentando evitar
Que bateu solidão
É loucura tentar
Esquecer este amor
Ta minha cabeça
E no e no meu coração

Play