Frejat

Estranho exemplo

O vento é um desenho
Quando batem suas asas
A rocha e o seu silêncio
São milênios de palavras
A água está fervendo
Pra terminar evaporada
Nos trazem um estranho exemplo
Como faltar dentes a uma risada

O lenço na janela do apartamento
E o selo de um postal
O medo de ficar num engarrafamento
Longe do quintal
No espelho o reconhecimento
Como a foto no jornal
Nos trazem um estranho exemplo
Como o Brasil para Portugal

E talvez o vento vá batendo
Sobre a água sem palavras
Até a rocha evaporar

Lá em cima o céu
Aqui os pés no chão
A fé quer dizer que sim
Quem vai dizer que não

Play